Viagem surpresa ao Brasil

Ir para o Brasil é sempre uma viagem muito bem vinda, depois que as passagens estão compradas parece que o relógio começa trabalhar ao contrário, um dia parece uma semana e toda essa ânsia de viajar só aumenta quando você decide esconder da sua família. Como passamos três meses no final do ano no Brasil, essa viagem foi surpresa até para nós.

Pentax K1000 – Fuji PRO 400H

Por volta do mês de maio/2018, a empresa que meu marido trabalhava começou as negociações para ser vendida, os dias foram passando e meados de junho/2018 a empresa foi oficialmente vendida. Nesse meio tempo nos demos conta de que meu marido não teria como sair para uma viagem logo que começasse a trabalhar em uma nova empresa, o jeito era encaixar uma viagem para o Brasil durante esse o período de transição, que é quando o empregado basicamente ensina os funcionários da nova empresa como todo o sistema funciona. E esse era o momento perfeito para nossa viagem. Depois de muito olhar o calendário conseguimos marcar para o dia 10 de julho, infelizmente foram poucos dias, mas, melhor isso do que nada.

Foto: Ozéias – Nikon F3 – ILFORDXP2

Depois de dois dia no Brasil, fazendo o impossível para ninguém descobrir, saímos em direção a cidade em que meu pais moram, fica a 10 horas da cidade onde nós moramos. Sim, toda vez a logística é complicada.

Foto: Ozéias – Nikon F3 – ILFORDXP2

Passamos uma semana na casa dos meus pais, visitamos meus avós, meu marido visitou os pais dele que moram a mais 2 horas de distância e já havíamos planejado passar a última semana dessa viagem no nosso cantinho em Itapema. Como meu sobrinho entrou de férias da escola, meus pais e ele pegaram a estrada com a gente para aproveitarmos mais uma semana juntos.

Meus avós lindos. Foto: Kelly Iphone X

Diferente de quando estou nos Estados Unidos que quero viver viajando, no Brasil quero ficar em casa o tempo todo, quero aproveitar cada canto do meu apartamento, ficar perto da minha família até ninguém se aguentar mais. O sol preferiu não aparecer muito, dando lugar a dias de chuva o que facilitou minhas desculpas para ficar dentro de casa. Mesmo assim fui umas duas vezes na praia e passamos o único final de semana disponível passeando pelas praias da região.

Foto: Ozéias – Nikon F3 – ILFORDXP2

O tempo foi curto, mas foi muito bem aproveitado, e ainda fiz meus 33 anos perto das pessoas que amo, do melhor jeito possível, de pijamas e feijoada feita pelo meus pais. (Faltou minha irmã, mas ela ama demais a cidade que ela mora para querer viajar.)

Dia do meu aniversário. Não poderia pedir mais nada <3  Foto: Ozéias Iphone X

E como numa piscar de olhos, já era dia de voltar para nossa segunda casa, agradecendo por mais esses dias onde pudemos aproveitar com nossas famílias e matar um pouco da falta que sentimos rotineiramente.

Quando gastamos tempo demais a viajar, tornamo-nos estrangeiros no nosso próprio país. (René Descartes)


Also published on Medium.

Você também pode gostar...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *