Redwood National and State Parks

Confesso que estava com preguiça de escrever esse post, por isso essa viagem está tão atrasada. Ela aconteceu no dia 25 de maio, devido a algum feriado que teve por aqui. As vezes é difícil escrever sobre os lugar que visitamos, o uso das palavras maravilhoso, deslumbrante e incrível ficam repetitivas. Como não poderia ser diferente essa viagem foi única, porém um dos motivos que sempre faço post é para que eu tenham essa memória em segurança, por mais que pareça exagerado, depois desses meses já tenho dificuldades em colocar os acontecimentos em ordem e muitas coisas já não lembro com tanta nitidez, sempre tem o risco de ser alzheimer’s, mas enquanto não se comprova vou colocando por aqui, além dos albuns de fotos, claro!

Nessa viagem fizemos várias trilhas, o contato com a natureza é uma das experiências inexplicáveis, quando você sai de dentro da floresta, você está mais calmo, até seu modo de conversar é menos agitado.

Para começar as estradas são com árvores para todo lado, já dá aquele sentimento de “mundo encantado”, aliás, “mundo encantado” é a melhor definição para essa viagem, os lugares são muito cinematográficos e por várias vezes parece que você esta nos filmes da Disney, a qualquer momento poderia passar um unicórnio. Nos destaques do instagram tem vídeos mostrando essas estradas maravilhosas que encantam.

Fizemos as trilhas, Tall Trees Grove, Boy Scout Trail –Jedediah Smith Redwood Forest, Lady Bird Johnson Grove Fern Canyon – Prairie Creek Redwoods. 

Aproveitamos a caminhada no meio da floresta para respirar ar puro, nos livrar do barulho da cidade e desligar um pouco do cotidiano da vida.

Fern Canyon tem um estilo muito pré-histórico, por esse motivo já foram gravados cenas dos filmes The Lost World: Jurassic Park,  Walking with Dinosaurs e Dinosaurs Alive!.

Não é brincadeira quando digo que tudo parecia filme. Vejam só as paredes desse cânion, cobertas por uma planta estilo samambaia, selva pura.

No dia de ir embora, pegamos a velha estrada que passa pelo meio da floresta, a qual é difícil de descrever em palavras.

Com esse verde sensacional, que mais parece um tapete, estreitos trilhos com terras bem vermelhas, o ar fresco. Impossível não ficar com vontade de morar por ali mesmo.

E com esse lugar digno de ser visitado, voltamos para casa renovados por mais um tempo.

Suba a montanha não para fixar a sua bandeira, mas para abraçar o desafio, desfrutar do ar e usufruir da paisagem. Escale-a para que possa ver o mundo, não para que o mundo possa te ver. (David McCullough Jr.)

Você também pode gostar...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *