Mammoth Lakes, CA

 

Muito bom acordar em um lugar diferente, dessa vez a cidade que entrou para a lista de lugares visitados foi Mammoth Lakes, CA. No inverno de 2016, tivemos a oportunidade de ficar uns dias em Bishop, CA, que é uma cidade muito próxima a Mammoth, já conheciamos a região com algumas camadas de neve, o que dificulta o acesso a vários pontos, mas como estamos no verão o acesso é mais fácil e conseguimos explorar ainda mais. Ficamos perplexos ao ver como de uma estação para outra alguns pontos ficam irreconhecíveis, difícil de acreditar que estavamos no mesmo lugar.

Essa região é cheia de lagos, hot springs, montanhas e muitos lugares para acampamento.

Mono Lake 

Este lugar tem um dos céu mais lindos de pôr do sol que já vi, parecia algodão doce, mas a água não tem nada de doce, mono lake é um lago de sal formado há uns 760.000 anos e a falta de escoamento causa um alto nível de sal acumulado em suas águas.

A região é maravilhosa, cercada por montanhas que mesmo sendo verão ainda tem resquícios de neve, deixando-as ainda mais belas, estradas infinitas, áreas de acampamento onde se pode aproveitar cada instante que o lugar tem a oferecer.

Bodie Ghost Town

E como já estavamos na área, fomos em Bodie, uma cidade fantasma. Fazia tempo que queria conhecer essa cidade, eu gosto de visitar lugares e cidades antigas, e conhecer um pouco mais sobre como as pessoas viviam, como era o dia-dia quando não tinha luz, água encanada e saneamento básico. Essa cidade começou como um campo de mineração em 1859. Fiquei bastante surpresa com as relíquias que esse lugar ainda tem, como funcionava o mercado, farmácia, presídio, hotel, escola, banco, as roupas, calçados, móveis e mais. A cada objeto minha mente viajava no tempo, e ficava imaginando pessoas passando por aqueles lugares, vestidos com roupas bem diferentes das que temos hoje, como cozinhavam, como socializavam, é um lugar bem interessante. Infelizmente Bodie passou e ainda passa por terremotos, a maioria dos estabelecimentos não estão mais abertos para visitação e muita história se perde a cada terremoto.

Lembre-se, sempre que visitar lugares como esse, ou parques, cuide para seguir as regras de conservação, não pisar nos lugares que não são permitidos e tentar causar o menor impacto possível para que outras pessoas também tenham a chance de apreciar.

Palm Spring – CA

 

Como um oasis no meio deserto, assim que você chega em Palm Spring, seu cérebro entra automaticamente em rítmo de férias, verão, água e descanso. Uma cidade que fascina com a diversidade de estruturas construídas no meio do nada. Por muito tempo foi o refúgio de famosos cansados da vida hollywoodiana de Los Angeles e usavam Palm Spring como uma válvula de escape, quando a febre de famosos acabou, se tornou uma mistura de “glamour” e descanso. Dias quentes e ensolados, muitas cores e vibrantes, deslumbra com suas belas casas de arquiterura mid-century, piscinas glamourosas, lojas vintage, deliciosos restaurantes e vários momentos que te levam de volta no tempo como visitar a Honeymoon Hideaway que é umas das casa de Elvis Presley na cidade.

Cercada com uma muralha de montanhas, te da uma sensação de segurança como se estivesse protegido de tudo que acontece no mundo. Pura ilusão?! Eu sei, mas o sentimento é muito bom. Como não poderia ser diferente, fui a loucura com a arquitetura das casa e suas belas portas com cores marcantes.

A casa a seguir estava em contrução/reforma, o que deu para ver como é feita a escolha da cor da porta.

Dependendo da sua tolerância ao calor, que gira em torno de 40 graus em plena primavera, a única coisa a fazer é ficar na piscina descansando o dia todo. Mas caso goste de explorar, pode dar um pulinho numa das montanhas chamada Desert X onde tem exibições de artes com artistas de diferentes partes do mundo, se não for uma época com várias exibições, com certeza irá encontrar uma casa espelhada que quase desaparece em meio as rochas do deserto.

Voltando a falar no meu amigo Elvis, é engraçado estar no mesmo lugar onde ele passou alguns de seus dias. Essa casa foi onde ele ficou na lua de mel, e onde gostava de ir para fugir de Los Angeles. O guia nos contou que ele se sentia muito a vontade na cidade, podia sair de casa e fazer coisas do cotidiano como ir ao mercado, lojas e restaurantes, sem ser perseguido por fãns e paparazzi. A casa tem a maioria dos móveis originais, você pode sentar no sofá, na cama, poltronas, tirar quantas fotos quiser, a única coisa que não pode é filmar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Depois de três dias de descanso, dias necessários de verão e vitamina D que preciso, foi hora de voltar para o frio de San Franscico e planejar o próximo destino para o feriado que está a caminho.

Joshua Tree National Park

Chollas Cactus Garden

Depois de algumas horas de aeroporto e mais algumas de trânsito, conseguimos chegar na nossa primeira parada em meio ao deserto, o parque nacional Joshua Tree. Chegamos já estava noite, mesmo eu estando curiosa para conhecer o deserto, precisei esperar até o amanhecer. Foi uma surpresa agradável acordar com o termômetro marcando quase 40 graus já pela manhã e me sentir confortável com está temperatura, mesmo depois de praticamente um ano sem saber o que é verão, não imaginei que ficaria feliz em sentir o sol aquecendo a pele e levando embora os resquícios de gelo sobreviventes de Montana.

Geology Tour Road

Joshua Tree é conhecido por sua paisagem desértica, árvores torcidas com folhas espinhosas, uma variedade de animais, cactus, rochas que parecem implodidas e empilhadas propositalmente e fortes ventos que ajudaram a esculpir toda essa paisagem única. A primeira impressão é que está tudo morto e não existe vida nas plantas e solo, mas com um olhar mais atento, você percebe como são espécies únicas e compreende o quanto são fortes para viverem num ambiente tão extremo. Tudo se hamoniza e se completa dando vida a uma linda paisagem que só a própria natureza sabe como conservar e sobreviver.

Chollas Cactus Garden

É uma terra com muita história de povos pioneiros que fizeram desse deserto uma morada, descobrindo como sobreviver neste ambiente tão adverso, longe do que consideramos ideal.

Chollas Cactus Garden

Chollas Cactus Garden

White Tank Campground

Chollas Cactus Garden

Indian Cove Nature Trail

White Tank Campground

Chollas Cactus Garden

Lost Palms Oasis Trail

Tudo muito selvagem e lindo, em umas das noites meu marido foi fotografar a milky way/via láctea que é uma faixa mais clara no céu formada por estrelas, quanto mais escuro mais fácil é para capturar essa parte de céu. Agora imagine estar no meio do deserto onde a única luz é da lanterna, e para tirar a foto você precisa desligar até mesmo essa luz, meu estado era de pavor, eu estava morrendo de medo de cobra e para ser bem sincera, a essas horas da noite, eu estava com medo até mesmo de uma formiga, mas é daqueles momentos que você se sente grata por terem acontecido. (Mas só depois que você está em casa com segurança).

Foto: Ozéias Sant’ana

Quando temos a chance de conhecer um lugar tão lindo quanto este, precisamos ter certeza que os caminhos que pegamos nos levem a desfrutar o melhor que o lugar tem a nos oferecer, apreciar tudo com intensidade. Parar, olhar, respirar profundamente e contemplar tudo o que a natureza nos presenteou, a única coisa que precisamos dar em troca é respeito, preservar aquilo que não fomos nós os autores mas somos nós os beneficiários.

Viajando pela Califórnia

Pegar a estrada e sair sem destino tem sido nosso roteiro de final de semana, sem compromisso com que cidade parar ou que hotel dormir. Apenas sair por um dia inteiro e no final voltar para casa e dormir na própria cama. Tenho amado fazer isso! Amo viajar para longe, mas toda logística para que sua mini férias seja bem aproveitada, não desperta meu entusiasmo.

Sei que vamos viajar para lugares incríveis sempre que possível, mas temos muito o que conhecer aqui, na nossa região. Sempre que saimos por aqui pegamos a estrada em direção a Los Angeles, mas dessa vez saimos no sentido oposto, e como sempre entramos em várias cidade no meio do caminho para vermos um pouco mais da vida de quem prefere morar na tranquilidade do interior.

Ando bem preguiçosa para tirar fotos, mas a seguir tenho algumas fotos desse passeio para compartilhar com vocês que amam pegar a estrada.

Nick’s Cove Deck – Marshall, CA

Sea Lion Rock – Stornetta Public Lands, Poin Arena, CA

Tomales, CA

Marshall, CA

Stornetta Public Lands, Poin Arena, CA

Algum lugar no caminho.

Algum lugar no caminho.

Nick’s Cove – Marshall, CA

Fisk Mill Cove

São tantas coisas diferentes que encontramos pelo caminho, o jeito como as pessoas cuidam, preservam e decoram seu espaço, a casa azul da quarta foto eu achei muito fofa, como já disse no instagram, parece que as pessoas que moram nela são tão felizes que transborda para o exterior, muito cuidado e zelo. Fiquei apaixonada. ❤️

Pinnacles National Park

Mais um parque entrou para nossa lista de visitados. Pinnacles National Park é um parque que consiste basicamente de enormes formações rochosas, o que atrai muitos alpinistas. Suas cavernas é morada de pelo menos 13 espécies de morcegos, as estações do ano mais movimentadas são na primavera e no outono, durante o verão o calor é muito intenso. Eu já achei calor agora no começo da primavera, não quero nem imaginar o verão.

A parte leste e oeste do parque são ligadas por trilhas que podem ser feitas apenas a pé, não tem estradas pelo meio do parque que conecte as duas entradas. É uma trilha bem gostosa de se fazer, com bastante árvores e alguns riachos pelo caminho, você também consegue cruzar por dentro de uma caverna, mas quando chegamos nela estava com o nível de água perto do joelho então decidimos passar por fora.

Dessa vez nossa trilha foi de 16km, com ganho de elevação de 500 metros que mais pareciam 500km de tanto que cansa subir. Confesso que quando estou subindo eu paro por várias vezes pelo caminho e penso: “Porque eu estou fazendo isso? O que tem na minha cabeça quando eu aceito fazer essas trilhas? E a minha vontade é apenas voltar para o carro e ir embora dormir. Mas eu não consigo voltar, eu não consigo desistir e imaginar que estou perdendo algo que vale a pena ver, e eu subo brava comigo mesma por não estar melhor preparada para a situação.

Quando chego no topo, o cansaço parece diminuir e dá lugar a empolgação. Toda a beleza genuinamente formada pela natureza e que eu perderia se tivesse desistido e ido dormir.

Como sempre nossas viagens são rápidas, mas bem aproveitadas. Dessa vez alugamos uma casa numa fazenda e eu fiquei completamente apaixonada pela tranquilidade, pelo silêncio e o descanso que você sente por apenas duas noites em um lugar assim.

As rodovias pelo interior são sempre um espetáculo a parte, você encontra muitas casas abandonadas, carros antigos, objetos que fazem você viajar no tempo e isso me deixa muito feliz, sempre fico fascinada com coisas e objetos antigos e essas viagens para o interior são perfeitas para isso.